30 junho 2009

O PADRÃO DO NOVO TESTAMENTO - PARTE 1


Abaixo segue um trecho do livro "DEIXE MEU POVO IR" de DAVID W. DYER. Um livro que certamente fará com que você entenda ou comece pelo menos a se questionar sobre sua vida cristã no geral.
Não vou falar muito sobre o que se trata, mas se puderem ler!
Eu indico!

Abaixo segue um link para baixarem o livro se preferirem (A editora permite o download deste livro ou adquira um exemplar através do site www.graodetrigo.com)
Download do livro Clique aqui

O PADRÃO DO NOVO TESTAMENTO

Muitos crentes estão construindo hoje, mas muitos deles não têm um entendimento claro sobre o que estão fazendo. O erro mais comum que cometem é achar que discernem o padrão de construção enquanto lêem o Novo Testamento. Então começam a copiar este padrão. Eles trabalham ativamente para reproduzir a forma que acreditam ter visto.
É comum que alguns líderes ou grupos imaginem ter alcançado o padrão que mais se assemelha ao padrão do livro de Atos ou das Epístolas. Eles acreditam que o seu jeito é o mais bíblico. Talvez estejam implantando um certo tipo de estrutura de autoridade. Talvez selecionem diáconos e pastores de uma maneira especial. Possivelmente estão iniciando certos tipos de encontros, cerimônias ou práticas. Pode ser que estejam insistin¬do em um certo esquema de doutrinas, crenças ou até no uso de novas palavras "mais bíblicas".
O problema é que copiar um padrão que alguém pensa ter percebido é um sério engano. É colocar o carro na frente dos bois. Nunca podemos colocar em prática algum padrão, doutri¬na ou exercício e produzir algo que agrade a Deus. O padrão que acreditamos ver, nunca, nunca irá produzir a Vida de Cristo. Por outro lado, a Vida de Cristo sempre gera o padrão ou forma apropriada, aquele que Deus deseja.
Esta é verdadeiramente uma questão de vida ou morte. Quando tentamos reproduzir um padrão, invariavelmente o resultado será algo sem vida, algo morto. Nós não temos o poder de gerar Vida. Somente Deus pode fazer isso.
Talvez acreditemos que, se produzirmos algo próximo ao padrão divino, Deus vai descer correndo para abençoá-lo. Possivelmente, pensemos que, se conseguirmos construir algo semelhante ao que vimos na Bíblia, Ele virá morar neste lugar. Talvez achemos que Ele virá e dará Vida à imagem que fizemos. Mas não, isso nunca acontecerá! Nosso Deus nunca dará Vida ao que construímos para Ele, não importa se acreditamos que é algo bíblico.
Portanto, muitas de nossas obras permanecem mortas ou sem efeito. Permanecem uma coisa sem vida que precisamos constantemente tentar empurrar para a frente com programas, atividades e entusiasmo humanos. Sempre requerem a nossa atenção para que se mantenham em movimento. Precisamos sempre manter a estrutura religiosa sendo alimentada pela ener¬gia, esforço e organização humana .
Por não ter a sua própria vida, a estrutura humana sempre requer o serviço daqueles que têm um relacionamento vivo com Jesus. Porque a forma religiosa não é viva, ela necessita con¬stantemente sugar nutrição daqueles que têm intimidade e comunhão com Jesus.
Então, o zelo, o entusiasmo e o amor por Jesus, que os mem¬bros dos grupos humanamente controlados têm, tornam-se o suporte para os planos e programas da instituição. Os membros são usados para liderar vários programas, acompanhar novos visitantes e assumir muitas outras atividades, que são neces¬sárias para manter a máquina em movimento.
Tais organizações necessitam de homens e mulheres que lhes sirvam de alimento, assim como um parasita necessita de um corpo vivo para dele tirar seu sustento. Algumas vezes, quando a organização já usou toda a vida que estava em algums membros, quando eles já deram tudo o que podiam para ajudar e acabaram sem força e sem ânimo, ela os cospe e procura ou¬tros para tomar seus lugares. Esse triste desfecho é o resultado de se estar construindo com materiais terrenos, ao invés de subs¬tâncias divinas.


29 junho 2009

26 junho 2009

Fé, amor e obediência!

Um jovem de apenas 15 anos estava
no ônibus quando Deus tocou no coração
dele, pediu que levantasse do banco e
dissesse aos passageiros sobre a volta
de Cristo, quando um homem
que estava sentado lá trás gritou:
Cale a boca e senta, o jovem
envergonhado sentou, mas novamente
foi tocado e levantou dizendo as mesmas
palavras, o homem o ameaçou em dar
alguns tapas e o jovem se calou, mas
Deus continuava a incomodá-lo, ele
se levantou e gritou que Jesus estava
voltando, o homem com uma criança
no colo foi em direção a ele para
agredi-lo, quando a criança disse
papai não bate nele não, ele é
enviado de Deus, este homem
se colocou em lágrimas, o jovem perguntou:
Porque estás chorando?
O homem respondeu:
Foi um milagre, meu filho
era mudo e agora está falando!!

Autor Desconhecido

22 junho 2009

Igreja irlandesa anima congregação com música do U2


DUBLIN - O grupo irlandês de rock U2 está acostumado a ser adorado por seus fãs, mas uma igreja em Dublin resolveu elevar essa adoração para um novo nível.

A Igreja Anglicana St George realizou no domingo o primeiro serviço religioso cristão baseado nas canções da banda, iniciando com uma versão da canção de inspiração gospel "I still haven't found what I'm looking for".

"Existe uma mensagem cristã profunda na música do U2", comentou Greg Fromholz, um líder de grupo de jovens cristão a quem a igreja pediu ajuda para organizar o evento.

"Eles estão sempre à procura de algo que vai além deles mesmos", disse ele à rádio estatal irlandesa.

O "U2charist", um conceito que se originou nos Estados Unidos, foi uma maneira de atrair os jovens de um modo culturalmente relevante para eles, disse Fromholz.

O vocalista do U2, Bono, que é cristão convicto, é conhecido por injetar um elemento de espiritualidade no trabalho da banda, e sua crença está subjacente às qualidades bíblicas de álbuns como "The Joshua tree", de 1987.

Cerca de 150 pessoas lotaram a igreja para um serviço religioso de 90 minutos que teve gelo seco, efeitos de iluminação e as letras das canções exibidas em telões.

Muitos dos fiéis cantaram com o coral canções do U2 como "Peace on earth", "Windows in the sky", "Hallelujah (here she comes)" e a grande final, "One".

A reitora da igreja, reverenda Katherine Poulton, disse que o serviço foi um grande sucesso.

Nos últimos anos o número de fiéis que frequentam as igrejas na Irlanda vem caindo constantemente.


Fonte: www.reuters.com.br

fonte: Cifras.com.br

O papel da Música na Igreja


Sinto-me ofendido quando algum responsável por uma programação de negócios de uma instituição espiritual pede que eu dirija um cântico para chamar as pessoas de volta à reunião. É como se a música sacra fosse naquele instante apenas um jingle, uma musiquinha de intervalo comercial, para chamar atenção dos clientes a um produto entre a programação que o telespectador quer realmente ver.
Esta prática, realizada com esta falta de cuidado, atenta contra dois papéis fundamentais da música sacra na Igreja Cristã. O primeiro papel desvirtuado é o papel da adoração. A música serve para adorar a Deus, para glorificar a sua Pessoa e destacar de modo poético e artístico a sua Obra. Quando usamos a música sacra como uma sineta que toca para chamar os alunos a próxima aula, tiramos a atenção que a música dá ao Nome do Senhor para a próxima pauta da reunião, para o próximo ítem da palestra, para desorganização do evento, para letargia de seus participantes que não sabem tomar um cafezinho de 5 min, sem aumentar o seu tempo para 20.
A prática de "cante agora qualquer coisa de Jesus, para começar, irmão" desvirtua o papel de edificação que a música sacra tem dentro do povo de Deus. Se a música é usada como simples "venham todos, vai começar", ela pode ter a teologia mais profunda, pintada em letras de ouro, nos versos mais bem articulados, pelo mais entendido e minucioso poeta da História Eclesiástica, apesar de sua qualidade, ninguém vai prestar atenção nela, a não ser o seu pobre regente (ou seria regido?). O presidente da mesa estará chamando o secretário para fazer alguma observação, o irmão delegado estará correndo para pegar sua pasta que deixou em cima da mesa dos salgadinhos, a irmã estará se perguntando "onde está o Júnior?", e a mensagem das Escrituras estará sendo totalmente desprezada.
Em nome do Senhor, eu vos rogo, pastores, presidentes de associação, diretores de seminário e afins, usem vossa mente privilegiada pela graça que descende do céu para achar outra solução à chamada dos participantes ao plenário. Sei que há muitos outros meios que podemos utilizar sem desvirtuar o papel da música na Igreja tão massacrado por outras frentes como bem sabeis.

"Quem ler que entenda!"

Créditos ao blog Violabrito

Conferência de Adoração

16 junho 2009

Nossa Agenda

AGENDA 2010

Igreja Quadrangular
14 de maio - 20:00h
Av. Farrapos
(em frente a unidade da Unimed Farrapos)


Escola Gerando Adoradores
08 de Julho - 19:00h
Local: I.E.Q sede de Viamão, Rua Colorado, 339 - Cecília, Viamão
Mais Informações: http://www.gerandoadoradores.com.br/escola/


24 Horas de Adoração em Unidade
02 de Janeiro - 18:00h
Local: I.E.Q Monte Alegre - Viamão.
Endereço: Rua João Telles, 26 (ao lado da Mecanica Malta, proximo ao Shopping Sta. Isabel)

Mais informações no site Gerando Adoradores
Confira também a tabela dos turnos de adoração Clicando AQUI

(Clique na imagem para ampliar)

AGENDA 2009

Conferência de Adoração
Reparadores de Brechas
23, 24, 25 de Julho
Com. Seara em Cachoerinha

Culto de Jovens - Fátima/Canoas
15 de Agosto
Bairro Fátima em Canoas
Bem ao lado da estação Fátima

15 junho 2009

Meu próprio diagnóstico



“Para mim... uma das razões mais convincentes do poder da Bíblia é o precioso diagnóstico que faz de meu estado espiritual, como nenhum outro livro pode fazer. A palavra de Deus é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração (Hebreus 4.12). Ela me mostra que, por natureza, estou condenado devido aos meus pecados e privado de qualquer relacionamento com um Deus santo. Fiz esta descoberta lendo a Bíblia, mas, antes de tudo, achei nela uma maravilhosa revelação de Deus, um Deus muito diferente de tudo que sempre imaginei. Cheio de amor e compaixão, Ele se aproximou de mim por meio de Cristo, Seu Filho, O Criador do Universo, que se fez homem para poder me resgatar. Creio nas escrituras porque estão adaptadas a todos os homens, sem exceção. Conhecer a palavra de Deus e não obedecê-la é suicídio espiritual! E se a fé me coloca num relacionamento com tal Deus, vou a qualquer parte aonde Ele me conduzir, sem questionar Sua vontade. Sei que ela é melhor que meus pensamentos. Posso renunciar aos meus mais preciosos projetos e considerar os argumentos dos homens como loucura, quando se opõem a vontade divina. Não há limite para a fé em Deus. A Bíblia dissipa as dúvidas e enche o coração de certezas.”

09 junho 2009

Logan e a Revelação de Deus!

Logan é um garoto de 13 anos que vive em uma fazenda de uma cidade bem pequena do estado de Nebraska (USA). Logan escuta a radio cristã 89.3 FM - KSBJ - Que transmite de Houston, Texas. Logan ligou para a estação de Radio transtornado porque, ele teve que sacrificar um novilho. Suas palavras são de uma sabedoria além da sua idade.

03 junho 2009

Bem que poderia ser assim com todos

Eae mais uma vez meus amigos! Esta semana assisti o filme "Prova de Fogo", filme este produzido pelos mesmos diretores cristãos dos filmes "Desafiando Gigantes" e "A Virada". Um bom filme diga-se de passagem!
O filme segue numa linha onde trata de assuntos de relacionamentos conjugais, e é interessantíssimo para jovens solteiros, casais de namorados e claro para casados, aprenderem um significado para o seu relacionamento.
Indico a todos: Peguem este filme na locadora e assistam. "Prova de Fogo", um ótimo filme!

Bom, nesta mesma semana me daparo com a seguinte reportagem abaixo, que noticia sobre uma jovem que renucia beijar seu noivo antes do casamento!

Minha opinião: BOM SERIA SE COM TODOS FOSSE ASSIM! (Há quem entenda!)

Noiva diz que só vai dar seu 1º beijo depois de se casar

Ela disse que está guardando primeiro beijo como presente especial.
Rachel e Ritter trocam afetos um pelo outro esfregando os narizes.

A jovem norte-americana Rachel Welch, de 21 anos, disse que só vai dar o primeiro beijo depois de se casar. Segundo a emissora de TV NBC, ela e o noivo Todd Ritter trocam afetos um pelo outro esfregando os narizes, mais conhecido como 'beijo de esquimó'.

Em vez de beijos, Rachel Welch e Todd Ritter trocam afetos um pelo outro esfregando os narizes. (Foto: Reprodução/NBC)

Rachel e Ritter, que se conheceram em um grupo de jovens há dois anos, ficaram noivos em dezembro e vão se casar em julho.

Ela disse que não nunca beijou ninguém porque queria que o "primeiro beijo fosse um presente especial" para seu futuro marido.

Ritter, que já beijou outras jovens no passado, disse que respeita a opção de sua noiva

Reportagem tirada do site G1.com

Século de Vitórias

Eae Pessoal!!!

Quem me conhece sabe que não sou um adepto a um time de futebol ou fanático a ponto de morte por tal... Mas sou colorado...hehe!!!
Abaixo postei um vídeo de um amigo meu chamado Thiago Marques em homenagem ao CENTENÁRIO COLORADO.

Realmente um ótimo vídeo com ótimas imagens do SPORT CLUB INTERNACIONAL... Vale a pena conferir...

Vale lembrar que esta trilha concorreu ao concurso da música tema do centário colorado!!!

O
Download da música você encontra no site:
www.purevolume.com/thiagomarques


01 junho 2009

Perdão meu Deus!


Perdão meu Deus! Pelas vezes que fui ao culto buscar bênçãos de ti. A religião nunca me ensinou o real poder da cruz e da ressurreição, muito menos a versão “evangélica” (do evangelho) de culto, que enuncia ser o culto um ambiente comunitário de total louvor ao nome bendito de Jesus Cristo, a quem devemos a vida. Enganado, fiz do culto em Cristo um ambiente pagão, pratiquei de maneira insana a filosofia do “toma lá, da cá”, usei de barganhas, clamei pela sua mão e me esqueci da tua maior obra: a redenção.

Perdão meu Deus! Pelos dias que me desgastei preocupado com as minhas coisas, esquecendo-me de buscar o seu reino e a sua justiça. É muito difícil entender a graça, a segurança e o consolo que seu Filho nos prometeu; estas, não são palavras de fácil compreensão para quem foi, por muito tempo, prosélito de quem se julga detentor absoluto da verdade.

Perdão meu Deus! Pelas músicas que cantei, pelo: “restitui! Eu quero de volta o que é meu!” E tantas outras imbecilidades entoadas por mim. Como prosélito de néscios travestidos de sacerdotes, adotei a filosofia que dicotomiza música evangélica e música “do mundo” e acabei coando o mosquito e engolindo camelos. Por um desvio teológico o movimento evangélico tem cantado mentiras absurdas em nome de Deus, saciando o ego humano e a fome de injustiça de Satanás, enquanto as músicas populares, com poesias brilhantes, louvam a Deus, bendizendo a vida.

Perdão meu Deus! Por ter idolatrado a Bíblia por tanto tempo, fazendo dela o livro dos livros, mas esquecendo-me de vivenciá-la. Pelas vezes que fiz dela um livro de necromancia evangélica, tirando dela seu objetivo único de revelar Deus ao homem e o homem ao homem de maneira escrita pelos seus servos e inspirada pelo seu Espírito. Pelas vezes que a li só por ler, sem a pretensão de entendê-la, mas com o fim de decorar versículos para cuspi-los nos rostos daqueles que não fazem parte da tua igreja bendita.

Perdão meu Deus! Pelas vezes que deixei de desfrutar a vida em nome de uma santidade vulgar, imbecil e não-bíblica. Por obstruir a vida em favor de questiúnculas de seres humanos que se preocupam em manipular o outro e a divindade, em favor dos “bons costumes”.

Meu Deus, arrependido e disposto a reviver, ante as novas oportunidades que só o Senhor concede aos que o buscam com um espírito contrito e um coração arrependido, confesso-lhe me sentir um estranho em meio a tanta ignorância entre aqueles se dizem teus filhos.


Por Jesus Cristo,

Will no excelente blog Celebrai!