02 dezembro 2010

A verdadeira razão da queda no Paraíso, risos.


Manuscritos foram encontrados nas cavernas de Guadalujanda, em Pontal Ushiri e estão mexendo coma rotina da arqueologia mundial. Arqueólogos acreditam que as pequenas tabuletas, com escritas cuneiformes, tenha sido escritas por sumérios, da época de Gigalmesh. A tradução mostra um diálogo entre a serpente e a primeira fêmea humana. A tradução – aproximada – aponta o diálogo para o Éden:

- Comei - disse a serpente astuta - e serás como os anjos!

- Não - respondeu Eva. Virando a cara para o lado. O Senhor mandara o contrário

- Terás o conhecimento do Bem e do Mal - insistiu a víbora.

- Cruzou os braços, olhou bem na cara da serpente e respondeu firme: Não!

- Serás imortal.

- Não! Já disse!

- Serás como Deus!

- NÃO, e NÃO! Já disse que NÃO!

Irritadíssimo, o diabo que falava pelo bicho estava a ponto de enfiar a fruta goela abaixo. Desesperado, não sabia mais o que fazer para que aquela mulher, de princípios tão rígidos e personalidade tão forte comesse a fruta. Até que teve uma ideia, já que nenhum dos argumentos havia funcionado. Ofereceu novamente a fruta e disse com um sorrisinho maroto:

- Come, boba!!! EMAGRECE!!!!

O resto da história vocês já sabem...

-----

Nenhum comentário:

Postar um comentário